Caminhada do Coração em Curitiba faz alerta contra o sedentarismo pelo 12.º ano consecutivo

As doenças cardiovasculares lideram o número de mortes no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS)

As doenças cardiovasculares são a principal causa de mortes no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, são aproximadamente 300 mil óbitos por ano. O cardiômetro, da Sociedade Brasileira de Cardiologia, marcou 264 mil mortes apenas até o início de outubro deste ano. Um número que, em 2015, só foi atingido na segunda quinzena de agosto. Com o objetivo de alertar sobre os riscos do sedentarismo, o Hospital Cardiológico Costantini promoveu, no dia 23 de outubro, a 12ª Caminhada do Coração, ação tradicional que já faz parte do calendário da capital paranaense.

O evento tem como um de seus objetivos conscientizar a população sobre a importância da prática regular de atividades físicas, que proporcionam um melhor desempenho das funções cardiovasculares, sendo aliadas à saúde do coração.

“Devemos combater os fatores de risco das doenças cardíacas e o sedentarismo é um dos principais malefícios para o coração. Os exercícios físicos são responsáveis pela redução dos níveis de colesterol e triglicérides, bem como pela diminuição da inflamação das artérias, além de auxiliar na perda de peso e a manter os vasos sanguíneos abertos e flexíveis. É preciso fazer com que sejam rotina na vida dos brasileiros. A atividade física é a mola-mestre para combater os fatores de risco já conhecidos da doença coronária aterosclerótica”, destaca Costantino Costantini, diretor geral do Hospital Cardiológico Costantini. E continua: “Entretanto, precisamos frisar que é de extrema importância que antes da prática de qualquer exercício, as pessoas busquem orientações de um médico. Desta forma será possível avaliar as condições físicas e a possibilidade de existência de algum problema cardiológico”, finaliza.