Cirurgia de Revascularização do Miocárdio

O que é?

Também conhecida como ponte de safena, a cirurgia de revascularização do miocárdio é um procedimento por meio do qual o cirurgião utiliza um segmento de artéria ou veia para desviar sangue da aorta para as artérias coronárias. A maioria desses procedimentos é feita com circulação extracorpórea, ou seja, com o auxílio de um equipamento, que substitui as funções do coração e do pulmão durante a cirurgia. Em alguns casos, é realizado com o coração do paciente batendo e o pulmão funcionando normalmente.

Quando é indicada?

O que determina o tipo de tratamento a ser seguido é a extensão da doença coronariana, a gravidade dos sintomas, entre outras condições.

Como funciona?

Após a realização do cateterismo cardíaco e a visualização da extensão da doença coronariana, ocorre discussão médica entre o cardiologista clínico, hemodinamicista e cirurgião cardiovascular, para definir qual a melhor forma de tratamento para então apresentar ao paciente quais as opções possíveis. O paciente que fará este procedimento passará por avaliação com o clínico do hospital, anestesista e psicólogo antes de realizar o procedimento, para que toda e qualquer dúvida possa ser esclarecida. O paciente revascularizado permanecerá internado na Unidade de Terapia Intensiva no pós-operatório imediato e terá alta para o quarto de acordo a evolução clínica. A alta hospitalar normalmente ocorre em 5 dias após o ato cirúrgico. No entanto, cada paciente é avaliado individualmente, o que faz com que esta estimativa possa variar.

Agendamento

Para mais informações e/ou agendamento ligue no (41) 3013-9217 ou (41) 3013-9215 de segunda a sexta-feira das 07:30 às 18h.

Cuidados pós-procedimento

Os cuidados após a alta serão passados pelo cirurgião, bem como medicamentos a serem utilizados e o retorno no consultório. Lembrando que é de extrema importância manter o acompanhamento com o cardiologista clínico de sua preferência.