Infarto do miocárdio agudo

O que é?

O infarto agudo do miocárdio (IAM) é a síndrome clínica resultante da necrose isquêmica do miocárdio, que se dá por uma oclusão da artéria coronária, através da formação de um coágulo ou placa de ateroma, diminuindo o fluxo sanguíneo e levando parte do músculo cardíaco a um processo de morte celular.

Os fatores que predispõem o IAM estão relacionados à idade, colesterol alto, diabetes, tabagismo, obesidade e fatores hereditários. Os sinais e os sintomas mais frequentes são a dor torácica persistente, de início súbito e forte intensidade, localizada sobre a região esternal com irradiação para o braço esquerdo e mandíbula. Em algumas situações o paciente pode apresentar até mesmo dor de estômago.

Os sintomas podem vir acompanhados de sudorese, náusea, vômito, palidez. O diagnóstico é feito associando os sinais e sintomas clínicos, eletrocardiograma e exames laboratoriais.

Após a confirmação do diagnóstico de IAM, o tempo desde o início dos sintomas até o hospital deve ser o menor possível para a desobstrução da artéria acometida e recuperação do músculo cardíaco.

  • Como é realizado

A desobstrução da artéria coronária obstruída causadora do IAM é realizada por médicos cardiologistas especializados através da técnica denominada angioplastia.

  •  Cuidados pós-procedimento

Fonte: HCOR